Em Foco

Devocional de Quarta 18/08/21

Introspecção:

 

DEVOCIONAL CAFÉ COM CRISTO

Texto base: *Jonas 3

 

A história de Jonas é muito conhecida, desde nossa infância. Mas ela traz um fato muito curioso: um dos grandes eventos de consagração registrados na Bíblia aconteceu através de um povo que não era Israel: os ninivitas. Quando Jonas finalmente chegou em Nínve, sua pregação foi extremamente direta e dura: em 40 dias Nínive seria destruída. Observe que o julgamento já estava decretado, sem “talvez”, sem                brecha para uma mudança.

Mas, a história conta que essa pregação de Jonas gerou uma revolução naquele povo. Vamos observar algumas características:

 

  • Creram em Deus (v.5): Tudo que se faz para Deus deve ter a fé como combustível. Caso contrário, corremos o grande risco de cair na religiosidade e farisaísmo.
  • Proclamaram um jejum (v.5 e 7): Não creio que é a nossa “fome” que agrada a Deus, mas sim o entendimento de que nem só de pão viverá o homem.
  • Vestiram roupa feita de pano de saco (v.5, 6 e 8): Devemos nos lembrar que é necessário que a gente diminua para que Ele cresça. É preciso romper com o orgulho, negar a si
  • Consagração que envolveu todo o povo (v.8), desde o maior até o menor (v5), desde o rei até os animais (v.6 e 7): Uma das grandes armas que o povo de Deus tem é a unidade. Ali, o Senhor ordena a sua benção (Salmos 133).
  • Se propuseram a se converter de seu mau caminho e da violência (v8): Creio que este é o grande objetivo do tempo de consagração: o quebrantamento. O Senhor jamais desprezará um coração quebrantado e contrito (Sl 51v17). Não adianta passar fome e continuar com a vida igual. A consagração através das disciplinas espirituais deve ser um caminho para o quebrantamento do nosso coração. Isso sim que toca o coração de

 

Ao final deste tempo de consagração, vemos que Deus mudou de idéia (v10). A consagração daquele povo tocou o coração de Deus. Eles alcançaram o coração do Pai.

 

Oração: Senhor Deus, ajuda-nos a buscar o Senhor com fé. Ensina-nos a orar e jejuar com determinação e disciplina, mas sem religiosidade e farisaísmo. Que nossa busca nos leve ao quebrantamento e conversão. E, que seja um tempo de revelação do Senhor para todos nós. Em nome de  Jesus, amém.

Marcelo Barros