Em Foco

Devocional Diário 04/09/21

Introspecção:

Texto base: Romanos 8:12-25

 

Paulo usou imagens do direito penal, da contabilidade, do sacrifício e até da escravidão para elucidar a respeito do Reino Deus. Agora, a Carta concede ênfase ao sistema familiar, pois Deus quer para si filhos/as. Deus nos adotou: Como filhos/as adotados/as, somos herdeiros juntamente com Cristo. Mesmo no “sofrimento presente”, vivemos na perspectiva da esperança. Paulo entendeu que “a qualidade essencial da esperança é nos orientar para algo no futuro que se espera”. “Porque em esperança, fomos salvos. Ora, a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos. (Rm 8: 24-25)”.

Paulo não falou com leviandade a expressão “anime-se no momento de perseguição e adversidade”. Paulo não está afirmando de forma superficial que tudo dará certo. Não, se o “bem”, que é o objetivo de Deus e nossa salvação completa, então seus beneficiários são o seu povo, que é descrito como aquele que o ama. Como você pode basear sua esperança, não em um otimismo vago, mas na fidelidade do Salvador que sempre amou você e a quem você aprendeu a amar?

No versículo 15, Paulo comparou “porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai”. Somos filhos/as do Deus Todo Poderoso de Israel. Se a sua experiência de vida deixou tons negativos em torno da palavra “Pai”, tenha em mente que, neste período que estamos concluindo 21 Dias de Consagração, somos desafiados a entendermos e interpretarmos melhor o tema “Sacerdócio” e “Paternidade”.

Somos Igreja JUNTOS! Vem ser IGREJA com a gente, a IGREJA está ON!

Em Cristo,

Pr. Wesley Soares do Nascimento