Em Foco

Devocional Diário 11/09/21

Introspecção:

Texto base: “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus” (Rm 10:17).

 

Leia: Rm 10:1-21; Rm 11:1-36.

Quando Paulo perguntou: “Deus rejeitou seu povo?”, a resposta foi clara: “Absolutamente não!” (Rm 11:1). Deus amou e desejou os israelitas tanto quanto sempre (Deuteronômio 7: 9; Salmo 145: 9; Lucas 1:50; 1ª Timóteo 2: 3-4 e 2ª Pedro 3: 9). Todos mostraram o desejo de Deus de salvar todos os seres humanos. Para qualquer cristão gentio que quisesse desprezar o povo judeu, classificando-os como “rejeitado”, Paulo disse, com firmeza, que essa atitude era uma interpretação completamente errada do coração de Deus.

O estudioso William Barclay disse: “O argumento de Paulo é que a nação judaica não foi rejeitada; mas não é a nação como um todo, e sim o remanescente fiel que são os verdadeiros judeus”.

Paulo, cristão apaixonado por Jesus, era ele mesmo judeu (11: 1)! Como a ideia de que Deus “rejeitou” os judeus levou a atos e atitudes que ainda minimizam a graça e maximizam o julgamento e a discriminação?

No versículo 6, Paulo deu a nota principal de suas boas novas: “se é pela graça, não é mais pelo que está sendo feito, não é meritocracia. Se fosse, a graça de Deus não seria graça”. O erudito N.T Wright escreveu: “Paulo enfatiza que a companhia de judeus crentes, incluindo ele mesmo, existe não porque eles mereciam […] mas porque, uma vez […] eles se encontraram no banco dos réus junto com todos os outros (Rm 3:19-20); Deus chamou por pura graça por meio do Evangelho”.

**O que pode ajudá-lo a lembrar diariamente que você está na família de Deus por “pura graça”? Não tem a ver contigo ou comigo, mas sim com o Cristo da fé. Junte-se a nós! Somos Igreja JUNTOS!

Em Cristo,

Pr. Wesley Soares do Nascimento