Em Foco

Devocional Diário 11/10/21

Introspecção:

Texto base: JOÃO 4:31-35

 

O tema da mensagem “Avivamento” é retorno ao propósito. O relacionamento de Jesus com seus discípulos era profundo, e Jesus tinha um cuidado especial com eles.Quando lemos o texto, entendemos que o objetivo da missão, segundo Jesus, é fazer a vontade do Pai. Jesus estava mostrando para os discípulos que fazer a vontade do Pai gera intimidade e nos dá maior satisfação do que as necessidades físicas. Os discípulos, preocupados com as necessidades de Jesus, providenciaram comida e O estimularam a dar uma parada para se alimentar. Contudo, apesar de provavelmente estar com fome, viu na oferta uma oportunidade para mostrar-lhes uma comida muito mais importante.

Aos que estão preocupados com a comida como meio de sobrevivência, Jesus indica que há outra razão de ser da nossa existência. Existe algo que é necessário para a vida mais do que a comida física. Apesar de Deus usar homens para nos nutrir espiritualmente, Seu plano prioritário é que esta nutrição se dê sem intermediações humanas, pois se trata de algo espiritual. A humanidade, hoje, como outrora, precisa tão desesperadamente ganhar a outra vida, que Deus oferece, como busca, a sobrevivência física. A comunhão com o Senhor da seara precede a missão que nos tem sido dada pelo Senhor da seara, e Jesus queria que isso ficasse bem claro na vida dos seus discípulos.

Enquanto os discípulos pensavam ainda não ser o tempo da ceifa, Jesus mostrava que era tempo de sair da inércia, ter visão espiritual e preparar para colheita. Não faltavam meses para colheita. O que estava faltando era visão espiritual dos campos. Tempo é um fator chave na lavoura: há o tempo certo de plantar e o de colher. Existe um ciclo natural para cada tipo de planta que precisa ser conhecido e respeitado. Na seara do Reino, igualmente, precisamos estar atentos ao ciclo do “plantio” e “colheita” de pessoas, pois não podemos perder vidas para o Reino de Deus.

O lavrador comprometido com o seu trabalho não desvia seu olhar da lavoura em momento algum, pois sabe da grande responsabilidade que pesam sobre os seus ombros. Assim também acontece na seara do Senhor. Não devemos esperar por um período futuro, como se não pudéssemos esperar resultados imediatos. Será que Jesus não repetiria as mesmas palavras sobre a colheita hoje?

Tempo de ceifa (colheita) é, conjuntamente, tempo de trabalho e de alegria. É importante reconhecer que o tempo da ceifa já chegou. Cabe a nós testemunhar este fato para que as pessoas de hoje aceitem a vida que Deus oferece e que não se pode ganhar ou manter com a comida que perece. Mas, pode-se ganhar e manter buscando a vontade do Pai. Cabe um testemunho de alegria sobre um fruto concreto de nossa ação missionária.

É TEMPO DE VOLTARMOS AO PROPÓSITO! É TEMPO DE AVIAVAMENTO!

ORAÇÃO: Senhor, gere em nossos corações o desejo de fazer a vontade do Pai. Em nome de Jesus. Amém.

Pastora Rosemary Barbosa