Em Foco

Devocional Diário 13/10/21

Introspecção:

Texto base: At. 28: 1 a 10

 

Quando enfrentamos os naufrágios, pensamos que a derrota é irreversível. Será que você tem enfrentado situações de naufrágio na vida? Para Deus, nem mesmo o naufrágio é o ponto final. Pode ser o início do novo!
Paulo sofreu inúmeras perseguições durante seu ministério/vida. Estava sendo transportado para Roma, preso injustamente, para ser julgado por César. Para piorar, vem a tempestade. O navio vai se perder, mas cada uma das 276 vidas será salva! Todos são salvos, pela graça de Deus manifesta na vida de Paulo. Eles chegam à Ilha de Malta (que significa “refúgio”). As ações de Paulo naquela ilha nos apontam atitudes frente às dificuldades. Como agir quando somos perseguidos, discriminados, afundamos…?

1) APROXIME-SE DA FOGUEIRA (v.2)
Depois do naufrágio a chuva continuou, o frio aumentou, todos ficaram molhados. O que fazer nessa hora? Se aproxime da fogueira. Espírito Santo = fogo! Na tempestade, volte-se para Deus. Junte-se àqueles que buscam o Fogo. Mantenha seu coração aquecido pela busca intensa da presença dEle.
2) BUSQUE GRAVETOS PARA ALIMENTAR A FOGUEIRA (v.3)
Penso que a maioria estava tentando desfrutar do calor da fogueira. Paulo queria mais Ele entendia ser responsável pela continuidade da benção. Alguém tinha acendido a fogueira, mas, Paulo era responsável por mantê-la acesa. Da mesma forma, precisamos buscar gravetos que mantenham o fogo do Espírito Santo aceso. Participe mais! Ore mais! Jejue mais! Leia mais! Se envolva mais! Aumente a fogueira!
3) AS COBRAS ESTÃO SOLTAS, CUIDADO COM ELAS (v.3)
As cobras aparecem quando estamos querendo esquentar a nossa vida. O interessante é que as pessoas ao redor, ao invés de prestarem solidariedade, julgaram (v4). Cuidado! Situações venenosas podem estar muito próximas de você. Atenção com amizades, possibilidades, negociações, coisas boas que podem se tornar veneno!
4) JOGUE A COBRA NO FOGO(v.5)
O melhor lugar para jogar as coisas que tentam nos envenenar é o Fogo do Espírito Santo. Paulo não entrou em crise, não brigou com Deus, não questionou mais este infortúnio. Paulo também não tentou conviver com a cobra para saber se era venenosa. Mas, Paulo logo a jogou no fogo. O problema não é a cobra, mas sim estar longe do fogo.

A ILHA DO NAUFRÁGIO PODE SER A TERRA DA OPORTUNIDADE DE SE ACENDER O FOGO DE DEUS!

*Meditação editada a partir do texto do Pastor Edinei (Goiás) para e-book do Encontro de Avivamento “Faz meu coração arder de novo”