Em Foco

Devocional Diário 18/10/2021

Introspecção:

Texto base: Texto: Mc 4:33-41

 

Na verdade, quem deseja avivamento, quem de fato quer avivamento, precisa estar disposto/a a fazer algum tipo, alguma forma de sacrifício. Einstein disse “Não podemos esperar resultados diferentes fazendo sempre as mesmas coisas”. Que este tempo juntos que estamos chamando de Encontro de Avivamento Missionário, seja tempo de despertamento para todos nós. Tempo de isolamento é, também, tempo de aproximação de Deus e revelação. Foi isso que aconteceu com João na ilha de Patmos. Alguns dos discípulos que estavam naquela embarcação eram pescadores, pessoas com certa experiência no mar; mas, provavelmente, ainda não tinham experimentado um temporal naquela intensidade, nem um mar revolto como aquele. Pensaram que morreriam. Então, foram despertar o mestre, e perguntaram: “Não te importas que pereçam”? Então, Jesus repreende o vento e diz ao mar: “ACALMA-TE!”. O vento cessou, o mar reconheceu a voz do criador e se acalmou.

Existe sempre alguém na outra margem necessitando de ajuda. Deus nos chama para um propósito, O Evangelho só tem sentido quando existe alguém na outra margem necessitando de ajuda.

Em Mateus 5:1-5, existia um homem possuído por demônios. Ele não podia viver em sociedade e não habitava mais em família, pois vivia nos sepulcros; ou seja, no lugar dos mortos. O Evangelho que pregamos liberta, cura e ministra vida a aqueles/as que não mais vivem, mas vegetam. O Evangelho é fonte de vida. A nossa missão é impregnar o mundo com a semente do Evangelho. Os discípulos precisavam entender que o milagre do acalmar a tempestade tem sempre um propósito. Muitas vezes, queremos viver os milagres de Deus, porém, apenas de forma intimista. A fé inicia na interioridade do ser, mas ela visa gerar graça em toda a sociedade.

Fazer o nosso coração arder de novo não é apenas um arrepio, ou uma manifestação emocional. Este arder de novo, os milagres, sinais e maravilhas acontecem para um propósito maior, o qual é salvar a nossa cidade, estado, nação e o mundo. Em nosso Sela 2021, descobrimos que cerca de 340.000.000 de cristãos/ãs no mundo vivem perseguição severa. Vivemos um tempo de secularismo, a partir do qual a Igreja tem sido perseguida por ideologias e conceitos meramente humanos. Só poderemos romper se entendermos a nossa identidade, nosso propósito e o nosso destino.

Junte-se a nós! Somos Igreja JUNTOS.

Mensagem pregada pelo Rev. Dilson Soares, no Encontro de Avivamento Nacional Missionário.

Em Cristo,

Pr. Wesley Nascimento