Em Foco

Devocional Diário 22/09/21

Introspecção:

Texto base:  Êxodo 15

 

Temos dito que a adoração não é apenas cantar, mas é, sobretudo, um estilo de vida de devoção, de obediência, de renúncia. Mas, a adoração através das canções é bíblica. É algo que tem um grande papel em nossa vida de fé. Sabe qual é a primeira aparição da adoração através da música? Foi nesse texto de Êxodo, logo após a passagem pelo mar vermelho.

Vamos olhar algumas características da adoração através deste cântico?

 

  • Declarar aquilo que Deus faz: “Cantarei ao Senhor pois triunfou gloriosamente. Lançou ao mar o cavalo e o seu cavaleiro” (v1, v6).
  • Declarar aquilo que ele representa para nós: “Ele é a MINHA força, MINHA canção, MINHA salvação, MEU Deus […]” (v2).
  • Declarar quem Deus é: “O Senhor é guerreiro, o seu nome é SENHOR” (v3, v11b).
  • Declarar a superioridade de Deus diante das coisas dessa terra: “Lançou ao mar os carros de guerra e o exército de faraó. Os seus melhores oficiais afogarem-se no Mar Vermelho” (v4, v11).
  • Declarar seu poder, sua capacidade de realizar o impossível: “Pelo forte sopro das tuas narinas, as águas se As águas turbulentas firmaram-se como muralha” (v8).
  • Declarar a fidelidade do Senhor para cumprir suas promessas: “Tu o farás entrar e o plantarás no monte da tua herança, no lugar, ó Senhor, que as tuas mãos estabeleceram” (v17).

 

Moisés e os Israelitas deram o ponto de partida com o uso dos cânticos. E, que cada um de nós, com nossas palavras, orações, canções, possa usar estes princípios para exaltar o Senhor e seus grandes feitos.

 

Oração:

Senhor, ensina-nos a cantar e a declarar o seu caráter, suas grandes obras, e adorar o Senhor nessa Terra. Em nome de Jesus, amém.

Marcelo Barros