Em Foco

Devocional Diário 27/08/21

Introspecção:

Texto  base: Levítico 20:7-8 “Consagrem-se, porém, e sejam santos, porque eu sou o Senhor, o Deus de vocês. Obedeçam aos meus decretos e pratiquem-nos. Eu sou o Senhor que os santifica”.

 

Consagração é ato pelo qual alguém ou algo é separado para Deus e a seu serviço. O texto declara: “[…] Eu sou o Senhor que os santifica”, isto é, aquele que separa o povo para si. Na separação para Deus, há dois aspectos: aquele que é o adorador/a é responsável por sua própria separação, aceita os dons de Deus e renuncia toda submissão a outras divindades. O outro aspecto é que o próprio Deus assume o encargo, dando a lei, mostrando ao fiel como deve viver separado para Ele.

“Consagrar-se é apresentar-se diante de Deus com as mãos cheias. É ter o que oferecer ao Senhor. O ato de se consagrar ao Senhor significa oferecer-se a Deus para ser apenas um servo, em sacrifício vivo, santo e agradável”. O objetivo da consagração é sermos aptos/as para o serviço ao Senhor nosso Deus. Todo cristão/ã deve ser um/a servo/a. Sempre ter disposição e obediência para cumprir a vontade do Senhor. Ter comunhão com os irmãos/ãs e viver em santidade e prontidão para o Senhor.

Sem consagração, não há crescimento em nossa vida espiritual. Com isso, também não teremos comunhão com o Senhor. Precisamos consagrar todo o nosso corpo para uso exclusivo do nosso Deus, sem reservas. Então, se desejamos separar nossa vida para o serviço a Deus, o primeiro ato que deve fazer parte desse desejo é o do arrependimento. A conversão é algo determinante para a consagração. Quando temos uma vida de consagração, somos sensíveis às coisas de Deus e nos prontificamos a obedecer, porque sabemos o objetivo de nossa consagração, quem é nosso Senhor, e que devemos praticar os Seus decretos, como diz o texto. Entendemos que o Senhor é quem nos santifica.

Assim, passamos a tomar decisões importantes sob a direção de Deus. A partir daí, conseguimos ouvir o Espírito Santo e suas inclinações para que tenhamos uma viva extraordinária. Como vivenciar essa graça sem consagração? Não tem como! A consagração nos leva a viver o extraordinário de Deus e, com isso, termos uma vida extraordinária para glória de Deus.

Muitos não estão vivendo a melhor versão da vida que Deus preparou para nós através de Jesus, por não conseguir ouvir a voz do Senhor indicando a direção a certa. Viver segundo a direção de Deus é um ato de consagração, um ato de submissão. Ao aguardar pela instrução do Senhor estamos revelando o nosso desejo viver o extraordinário.

A Bíblia fala sobre vários tipos de consagração: Para o ministério – quando alguém se dedica ao trabalho da Igreja; dias especiais, como o domingo de Santa Ceia; Páscoa, Natal, e outros; de bens – quando alguém faz doação de móvel e/ou imóvel para ajudar no sustento da igreja, ou para o próprio uso na mesma.

A consagração de lugares e objetos pode ser vista em diversos lugares na Bíblia, mas, vou utilizar a referência de Mateus 21:13. “E disse-lhes: Está escrito: Minha casa será chamada casa de oração[…]”. Isto é este lugar é consagrado. A Casa de Deus é um lugar consagrado ao Senhor. Consequentemente, os objetos que lá estão também são consagrados a Deus. Há quem diga que o templo não tem valor nenhum, pelo fato de Deus habitar dentro de nós. Não podemos concordar, pois, o lugar onde nos reunimos para adorar Aquele que é Santo tem que ser santificado também. A própria presença do Senhor santifica o lugar. Não podemos fazer o que quiser dentro da casa de Deus, transformando o que é sagrado a Deus em algo profano. Sei que este texto escrito pelo apóstolo Paulo estava dentro de outro contexto, mas, falando sobre a consagração. Faço a utilização do mesmo, pois sei que este é o desejo do nosso Deus que vivamos em plena consagração.

“Estou dizendo isso para o próprio bem de vocês; não para lhes impor restrições, mas para que possam viver de maneira correta, em plena consagração ao Senhor”. 1 Coríntios 7:35

 

ORAÇÃO:

 

Senhor, ajude-nos a ter uma vida separada par Ti e para Teu serviço. Em nome de Jesus. Amém.

 

Pastora Rosemary Barbosa