Em Foco

Guia para Células 17/08/21

Série VI – A grande Colheita: Estudo II – A semeadura e a colheita

Texto Base – II Coríntios 9.6

 

De acordo com a Palavra de Deus, você colhe o que planta. Isto é, semear leva à colheita. É muito comum a humanidade se relacionar com esse princípio de semear e colher, pois, nos deparamos com ele em toda à bíblia. Quem muito semeia, com abundância ceifará. A colheita não é apenas da mesma natureza da semeadura, mas também, mais numerosa que a semeadura. Olha a seriedade de tudo isso, o que temos semeado colheremos mais do que semeamos.

Essa verdade nos leva a refletir no que temos plantado? Qual a qualidade das nossas sementes? Existe uma variedade de sementes. Tudo quanto fizermos, colheremos os devidos frutos. Tudo que funciona na nossa vida é baseado naquilo que plantamos e colhemos. Porém, o semeador não desiste por causa do sacrifício da semeadura; ele sai andando e chorando enquanto semeia como diz o salmista, na confiança de que a colheita é certa, abundante e feliz.

Para realizarmos uma grande colheita não podemos temer as dificuldades. “Quem observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará” – Eclesiastes

  1. Precisamos nos entregar de corpo e alma ao plantio. Precisamos de uma semeadura generosa. Precisamos cuidar do solo onde a semente foi semeada, para que venha uma grandecolheita.Semear não é coisa fácil; exige preparo, esforço e sacrifício. Para semear, precisamos sair do nosso comodismo. Às vezes, nessa semeadura encontramos toda sorte de resistência. Muitas vezes devemos umedecer o solo duro com as nossas lágrimas. A semeadura determina a colheita.

Sonhamos com o tempo de colher porque imaginamos que este será um tempo de desfrutar e de descansar. Mas será que é assim? Será que o tempo da colheita é um tempo de somente descansar e se alegrar? Certamente o tempo da colheita é o mais esperado e feliz para quem semeou. É o tempo de ver o fruto que tanto se desejou e trabalhou para obtê-lo. Precisamos ficar atentos, pois, ao receber a Colheita a sua verdadeira natureza é revelada. Lembra da parábola do joio e do trigo? Foi necessário crescerem juntos para que na hora da colheita fizesse a separação, porque caso contrário poderia perder grande parte da colheita, por não conseguir diferenciá-los. (Mateus 13:30)

Tempo da colheita também é tempo de trabalho. É preciso trabalho para colher o fruto. Muitas vezes queremos colher com facilidade e descanso. Talvez este pensamento já tenha nos atrapalhado a colher muitos frutos que Deus nos têm preparado. É preciso trabalhar para semear, é preciso trabalhar para colher. É preciso esforço e cuidado também para que o fruto não se estrague e tudo seja perdido. Precisamos saber manter o fruto colhido com cuidado e zelo. (Na natureza alguns precisam ser lavados, outros conservados em lugares frescos, outros em lugares aquecidos, outros mesmos depois de colhidos precisam ser regados para permanecerem viçosos). Da mesma forma que é no natural também o é no espiritual.

Ao alcançarmos a grande colheita que o Senhor tem preparado para nós, teremos também o conhecimento dos projetos e alvos ainda maiores que Ele já tem estabelecido para nossas vidas. Existem recompensas que são visíveis, já outras não saberemos até chegarmos na glória, no céu. Apenas devemos semear, independentemente de como ou quando colheremos esses frutos.

Quando estamos no deserto a bênção vem contada, racionada, isto porque no deserto não se pode semear e muito menos colher. Mas, quando estamos na terra dada pelo Senhor, lançamos sobre esta terra a nossa semente e aguardamos, porque o Tempo de Colheita chegará. Quando entramos em Tempo de Colheita devemos estar dispostos a abrir mão do velho para recebermos o Novo de Deus. (Levítico 26:9-13)

Muitos ainda não colheram o novo porque os seus celeiros ainda estão cheios do velho (religiosidade, saudosismo, orgulho, arrogância, altivez, soberba) e se fecham para as coisas novas que Deus está fazendo. Abra-se para o Novo, e entre em Tempo de Colheita.

 

CONCLUSÃO – A colheita é da mesma natureza da semeadura. Aquilo que o homem semear, isso também ceifará. Quem semeia no Espírito, do Espírito colhe vida eterna; mas quem semeia na carne, da carne colhe corrupção.

ORAÇÃO – Que Deus nos ajude a semearmos com alegria no campo certo, usando as sementes apropriadas para o tipo de terreno, para colhermos os frutos em abundância. Em nome de Jesus. Amém.

 

PARA COMPARTILHAR:

– O que você tem plantado?

– É preciso trabalhar para semear e para colher, você está preparado para se doar a esta obra?

– O que é velho e está ocupando seu celeiro? Abra-se para o novo de Deus.

 

Pastora Rosemary Barbosa