Em Foco

Guia para Células (GPC) 15/11/2021

Série VII – A METODOLOGIA DO REINO DE DEUS
Parte I
Texto-base: Filipenses 2.7
A palavra metodologia não saiu da minha cabeça nesta última semana, a mesma tem raiz
em méthodos do grego = método + lógos, tratado. Metodologia é vista como subdivisão da
lógica que estuda os métodos técnicos e científicos a respeito de uma área do saber, visando
sempre dar diretiva no espírito de investigação da verdade. A metodologia é composta sempre de
três partes: Fórmula, Conteúdo e Intensidade.
A metodologia do Reino de Deus possui como premissa que o: “(…) o verbo se fez carne,
e tabernaculou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do
unigênito do pai” João 1.14. Queremos ressaltar a priori que a verdade é Jesus, ele é o Senhor
de nossas vidas e Senhor da agência de Deus na terra, a Igreja.
Já salientamos que a metodologia tem como uma de suas partes a Fórmula. A fórmula do
Reino de Deus é diferente das tendências, modismos e parâmetros deste mundo que jaz no
maligno. De forma lógica entendemos que para um recipiente ser cheio ele necessita de se
esvaziar, pois dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço. Muitas pessoas querem
contribuir na construção do Reino de Deus na terra, porém não querem se esvaziar. Jesus “(..)
mesmo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus; (…)” Fl 2.6. Ele se
esvaziou, precisamos em nossos dias da teologia do esvaziamento, o ser humano está muito cheio
de si mesmo.
Um dos legados mais fortes da dita “pós-modernidade” é o egocentrismo, você aconselha
seu filho: “filho não faça isso, pois isto não vai acabar bem”! O menino sempre responde: “não se
preocupe comigo, pois seu filho sabe das coisas. Eu sei o que eu estou fazendo”. Não é assim meu
amado(a)? Da mesma forma estamos fazendo com Deus, sempre sabemos de tudo, não ouvimos
mais a voz de Deus; não oramos mais para tomar decisões importantes em nossa vida; não se lê
mais Bíblia a tendo como a Palavra de Deus. Estamos como muitos teólogos que afirmam que a
Bíblia contém a Palavra de Deus, por isso tanta gente sofre até mesmo no interior das Igrejas.
Quando eu aceito a Jesus, automaticamente eu estou afirmando no mundo espiritual: “ME SINTO
INCAPAZ DE ADMINISTRAR A MINHA VIDA, POR ISSO ROGO: SENHOR TENHA
MISERICÓRDIA DE MIM”. Eu creio no que diz a Palavra: “Já estou crucificado com Cristo; e
vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; Gl 2.20ª. Conversão não se dá pela arte retórica do
convencimento, ou por herança genética, mas sim pela ação do Espírito Santo: “(…) convencerá
o mundo do pecado, e da justiça e do juízo” João 16.8.
Quando existe conversão genuína o ser humano se esvazia, pois a bagagem pesada que
carregávamos lançamos aos pés da cruz de Cristo e passamos a viver na dinâmica do Reino do
Deus. Aí rompemos com a ira, com a cólera, prostituição, pelejas, dissensões, feitiçarias,
inimizades, rebeldia, orgulho, inveja e nos enchemos da graça de Deus, adquirindo o fruto do
Espírito Santo que é: “amor, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão,
temperança” Gl 5.22.
Sem medo de errar afirmo: “a fórmula para o crescimento espiritual de cada crente e
consequente crescimento da comunidade de fé e serviço se dá pelo esvaziamento”. Assim teremos
em cada vaso espiritual o enchimento do Espírito Santo, gerando paz, harmonia, comunhão e
salvação de milhares e milhares de almas.
A fórmula espiritual do esvaziamento está na dinâmica de João 15.1-8, quando Jesus
afirma: “Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo que dá fruto limpa,
para que produza mais frutos ainda.”; João 15.2. Jesus trata de sua lavoura de forma
responsável, Ele corta, Ele poda e Ele limpa. É próprio do ser humano não aceitar a correção,
porém a Bíblia diz: “(…) porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem
recebe”. Na correção Deus forja o nosso caráter espiritual, para crescermos N’ele para a Glória de
Deus.
CONCLUSÃO:
Que Deus nos limpe, corte as nossas arestas, pois Deus quer que nos esvaziemos de nós
mesmos, para que ele nos encha do seu Espírito Santo.

PARA COMPARTILHAR:

1- Você é alguém que está arraigado em Jesus?

2- Você tem se esvaziado para que Ele te encha?

3- O que você precisa deixar de lado?